Você possui computador em casa? Você utiliza um computador em seu trabalho? Você saberia identificar as peças que compõem esse computador?

Caso a resposta para a última pergunta seja não, esse artigo foi feito para você.

Possuímos computadores ao nosso redor a todo o momento, e sempre que temos um problema, a primeira coisa é ligar para o nosso suporte em busca de uma solução, mas saber identificar a causa do problema já é meio caminho andando para a solucionar o caso. Nesse artigo irei mostrar alguns componentes de um computador, e como identifica-los dentro do Gabinete (Mais pra frente iremos abordar o conceito de Desktop e a palavra “CPU” que é muito utilizada pelas pessoas).

FONTE DE ALIMENTAÇÃO

A fonte de alimentação, assim como o próprio nome diz, tem o objetivo de enviar para o computador a energia adequada para o funcionamento correto da máquina,

Podemos tirar algumas conclusões, como por exemplo, se nosso computador não está ligando, é muito importante verificar se a Fonte de Alimentação está exalando cheiro de queimado ou se está na corrente (tensão) correta.

Peça localizada atrás da fonte, próxima ao cabo de energia.

Se plugamos a fonte em uma tomada de 110v a chave da fonte deve estar em 115v como exibido na imagem anterior, esse é o padrão de configuração para as fontes; caso precisemos conectar à máquina em tomadas de 220v, temos que mudar o chaveamento da fonte para 230v.

PLACA MÃE

A placa mãe é um circuito impresso, que possui o encaixe de todas as peças que iremos utilizar e as trilhas que ligam essas peças eletronicamente. A mágica do computador começa em sua placa mãe, pois é lá que a leitura e envio de dados começa.

É importante que a placa não possua nenhum arranhão, pois isso pode causar mau contato entre as peças. Mas que peças são essas?! Calma, chegaremos lá.

PROCESSADOR (CPU)

O Processador é o Cérebro da máquina, muitos confundem a palavra CPU (Unidade central de Processamento) querendo se referir ao Desktop em geral, mas a palavra CPU na verdade se refere ao processador do computador, nele chegam todas as informações que enviamos ao computador, como por exemplo, quando movimentamos o mouse, quando digitamos em nosso teclado ou quando plugamos algum PenDrive. Todos os dados são lidos primeiro pelo Processador, e depois enviados a memória para facilitar a leitura deles enquanto houver conexão com o dispositivo plugado na máquina.

Podemos tirar algumas conclusões, se estamos conectando um PenDrive na entrada USB da frente do gabinete, e os dados não estão sendo exibidos na tela, temos algum problema na comunicação entre a entrada USB e a Placa Mãe, impedindo a comunicação.

MEMÓRIA RAM

Assim como nós humanos temos memória de coisas que já vivenciamos, o computador não é diferente, porém ele possui 2 tipos de memoria que iremos abordar, nesse primeiro momento vamos falar sobre a memória Ram, um componente conectado direto a placa mãe responsável por armazenar arquivos de programas que estamos utilizando no momento, por exemplo, quando abrimos nosso navegador favorito ou até mesmo aquele programa de edição de imagem ou vídeo, todos os dados são carregados na memória do computador, auxiliando o processador que será responsável por exibir as informações na tela para o usuário, porém ao desligar a máquina, todas essas informações são apagadas, pois a memoria só funciona quando recebe energia, mas para onde vão esses dados quando a máquina desliga?

Antes de responder à pergunta, podemos tirar algumas conclusões; ligamos o computador e não é exibido nada na tela, é bem provável que o processador não esteja conseguindo armazenar informações na memória, impedindo a inicialização da máquina e dos arquivos necessários.

Possível solução:

  • Retirar o cabo de energia do computador, que está conectado a fonte de alimentação, e apertar o botão de ligar da máquina repetidas vezes, para descarregar a energia que possa ter ficado na memória durante a utilização anterior.

HD

Agora sim, retornamos a pergunta anterior, para onde vão os dados quando a máquina desliga?

O HD ou Hard Disk (Disco Rígido) é a segunda memoria que iremos abordar, dentro do HD ficam armazenados todos os dados de nossa máquina, é lá que salvamos aquele bloco de notas com aquela receita que anotamos da internet, é lá que está instalado aquele jogo que não passamos um dia sem jogar, ou até mesmo nossos arquivos de trabalho, enfim, é no HD que o processador procura os dados que queremos ver na tela e armazena na Memória Ram para conseguir ler e editar durante a utilização do arquivo. Tecnicamente não chamamos um HD de memória, mas levando em consideração que todos as informações que temos está lá, por questão didática, podemos considerar assim.

É muito importante que esses dois cabos estejam conectados no HD, e certificar-se que está bem encaixado na placa mãe também, conforme imagem a seguir.

Podemos tirar algumas conclusões; se temos uma lentidão para abrir arquivos em nosso computador, uma das possíveis causas é que o HD contenha muitos dados ou problema na rotação do disco e por conta disso o processador demora para achar os dados dentro do HD, causando lentidão na máquina. Existe hoje em dia uma solução muito interessante para esse problema, que iremos abordar a seguir.

SSD

O SSD (solid-state drive) vem dando vida útil a máquinas que já estavam por ser descartadas, máquinas que apresentavam muita lentidão para abrir, salvar ou localizar arquivos. O SSD, diferente do HD, não possui um disco, resumidamente, o SSD funciona com a mesma tecnologia dos PenDrives, um dispositivo logico, como ele utiliza essa tecnologia logica, é muito mais rápido para o Processador achar dados dentro dele, acelerando em 10x a inicialização da máquina e abrir, salvar ou localizar arquivos desejados.

A conexão do SSD é a mesma do HD conforme imagem do HD.

Agora que você já é capaz de identificar algumas peças que compõem a sua máquina, lembre-se de entrar em contato com o suporte sempre que houver alguma dúvida, e nunca manusear as peças exibidas anteriormente, sem a proteção adequada, pois isso pode danificar sua máquina.