Confira abaixo 3 dicas para ajudar a identificar um boleto que possa estar adulterado:

1 – Veja a fonte de emissão do boleto: Muitas vezes o criminoso envia um link para baixar um boleto. E certamente este link não é do domínio do fornecedor. A melhor maneira é buscar o documento diretamente pelo site da loja ou fornecedor.

2 – Preste atenção no valor: Nos boletos bancários os últimos números do código de barra se referem ao valor do boleto. Ou seja, se ele terminar em 31533, significa que o valor a ser pago será de R$ 315,33. Se há divergência entre o valor impresso e os últimos números, desconfie.

3 – Olhe todos os dados com cuidado: Veja se não há caracteres ou símbolos substituindo dados bancários, assim como se não há erros de português ou digitação nas informações descritas.

São apenas 3 simples observações, mas que podem evitar muitas dores-de-cabeça. Portanto, se você costuma pagar via boletos, não custa nada ficar esperto com essas considerações no próximo pagamento.

dicas boleto falso